CELEBRAÇÃO DO DIA NACIONAL DO MIGRANTE

MISSA NA SÉVEM AÍ A 31ª SEMANA DO MIGRANTE, DE 12 A 19 DE JUNHO DE 2016

Com o Tema “Migração e Ecologia” e Lema “ O grito que vem da terra”, a 31ª Semana do Migrante, em sintonia com a Campanha da Fraternidade de 2016, quer colaborar com a reflexão sobre os gritos da terra e nos chamar à responsabilidade para o cuidado com a casa comum e da vida que nela habita.

A Semana do Migrante, como faz todos os anos à luz da temática da migração, pretende dar seguimento e aprofundar a reflexão proposta pela Campanha da Fraternidade que, nesse ano de 2016, abordou a fraternidade cristã voltada à questão da ecologia.

Equipes do Serviço Pastoral dos Migrantes de todo o Brasil se preparam para a realização da 31ª Semana do Migrante, dentro desta semana serão realizadas as mais diversas atividades como, Missões, Celebrações, Seminários, Debates, Rodas de Conversas e Confraternizações, todas essas atividades voltadas para os Migrantes e Imigrantes, sempre iluminadas pelo Tema e Lema da Semana do Migrante 2016.

Que esta Semana do Migrante nos ajude a ouvir os gritos da terra e também nos façam redescobrir o que assinala o Papa Francisco: “é preciso sentir novamente que precisamos uns dos outros, que temos uma responsabilidade para com os outros e o mundo, que vale a pena ser bons e honestos”.

Neste ano extraordinário da Misericórdia, vivamos a verdadeira compaixão pelo sofrimento de todos que conosco convivem na casa comum e manifestemos em atitudes concretas de solidariedade para o resgate da vida do Planeta.

Vejam algumas atividades  que serão realizadas durante a Semana do Migrante.

 

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Encontro Realidade Migratória na Arquidiocese de São Paulo-SP

O tema da Migração em nossa cidade se coloca como um grande desafio. Somos chamados a dar respostas consistentes e orgânicas junto às pessoas envolvidas com essa realidade. Você então, que em sua Paróquia tem a presença de imigrantes, está convidado a participar ou encaminhar um representante para que juntos possamos estabelecer esse elo com o grupo que estará empenhado em acompanhar com carinho esta realidade… na tentativa de buscar respostas pastorais em nível arquidiocesano.

 

Venha participar do 3º encontro da Pastoral do Migrante, no dia 28/11 – sábado, das 14:00 às 17:30, na Missão Paz (Paróquia Nossa Sra. da Paz), na rua do Glicério, 225 Liberdade.  Para quem chega de metrô, desça na estação Sé, pegue a rua Tabatinguera e desça por ela até o final. Ai está a Rua do Glicério. Vá até o número 225 (Missão Paz).

 

“A igreja sem fronteiras, mãe de todos, propaga no mundo a cultura do acolhimento e da solidariedade, segundo a qual ninguém deve ser considerado inútil, intruso ou descartável”.  Papa Francisco

 

Confira a programação, abaixo, e confirme a sua presença ou de algum representante da paróquia através de um dos e-mails, abaixo.

spm.nac@terra.com.br      antenordv@gmail.com    josecarlos.pereira31@gmail.com

 

Programa do Encontro

14:00 – Acolhida/apresentação e mística de abertura

14:30 – Análise de conjuntura sobre a migração atual

15:00 – Como a Igreja vê as migrações atuais – mensagem do Papa Francisco

15:30 – Metodologias de ação: Experiências de trabalho com imigrantes/relatos

17:00 – Agenda 2016 da Pastoral do Migrante da Arquidiocese de São Paulo

17:30 – Oração final e lanche.

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Carta de solidariedade ao povo Guarani-Kaiowá

As organizações, igrejas e agências que compõem o PAD e o Fórum Ecumênico Act Brasil – FEACT-Brasil, que em outubro passado realizaram uma missão ecumênica em apoio aos Guarani-Kaiowá, vêm outra vez manifestar primeiramente sua solidariedade aos povos indígenas do Mato Grosso do Sul, diante do assassinato de mais uma liderança e do grave ferimento a bala de mais cinco indígenas.

O ataque aos Guarani-Kaiowá aconteceu nessa terça-feira, 14 de junho,quando mais de 70 fazendeiros e pistoleiros invadiram a comunidade Guarani-Kaiowá no tekohá TeyiJusu, município de Caarapó-MS e colocaram fogo nos pertences dos indígenas.

O líder indígena Cloudione Rodrigues Souza foi assassinado com um tiro na cabeça, disparado por pistoleiros no momento da chegada. Os ataques dos latifundiários teriam sido reação à retomada que os indígenas fizeram de suas terras. Cansados de esperar por providências, no último domingo, dia 12, um grupo significativo de indígenas reocupou as terras da fazenda Ivu, que já haviam sido demarcadas pelo Governo Federal, como sendo da etnia Guarani-Kaiowá.

PAD e FEACT- Brasil repudiam com veemência estas ações paramilitares, que com a conivência do poder público, culminaram em mais um líder indígena assassinado em terras brasileiras e cinco indígenas feridos com risco de morte. Exigimos providências imediatas frente a mais esse ataque dos ruralistas. Um massacre contra os indígenas Guarani-Kaiowá está em curso no estado de Mato Grosso do Sul. É urgente a intervenção do Ministério da Justiça em defesa da vida e da garantia de direitos dos povos originários deste estado, inclusive com a apuração dos fatos e a punição dos autores do assassinato da liderança indígena.

Conclamamos todas as organizações e movimentos a se unirem em prol da defesa dos direitos fundamentais dos povos indígenas, principalmente do direito originário às suas terras, garantidos pela Constituição Brasileira e por tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário.

Brasil, 14 de junho de 2016

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

As organizações, igrejas e agências que compõem o PAD e o Fórum Ecumênico Act Brasil – FEACT-Brasil, que em outubro passado realizaram uma missão ecumênica em apoio aos Guarani-Kaiowá, vêm outra vez manifestar primeiramente sua solidariedade aos povos indígenas do Mato Grosso do Sul, diante do assassinato de mais uma liderança e do grave ferimento a bala de mais cinco indígenas.

O ataque aos Guarani-Kaiowá aconteceu nessa terça-feira, 14 de junho,quando mais de 70 fazendeiros e pistoleiros invadiram a comunidade Guarani-Kaiowá no tekohá TeyiJusu, município de Caarapó-MS e colocaram fogo nos pertences dos indígenas.

O líder indígena Cloudione Rodrigues Souza foi assassinado com um tiro na cabeça, disparado por pistoleiros no momento da chegada. Os ataques dos latifundiários teriam sido reação à retomada que os indígenas fizeram de suas terras. Cansados de esperar por providências, no último domingo, dia 12, um grupo significativo de indígenas reocupou as terras da fazenda Ivu, que já haviam sido demarcadas pelo Governo Federal, como sendo da etnia Guarani-Kaiowá.

PAD e FEACT- Brasil repudiam com veemência estas ações paramilitares, que com a conivência do poder público, culminaram em mais um líder indígena assassinado em terras brasileiras e cinco indígenas feridos com risco de morte. Exigimos providências imediatas frente a mais esse ataque dos ruralistas. Um massacre contra os indígenas Guarani-Kaiowá está em curso no estado de Mato Grosso do Sul. É urgente a intervenção do Ministério da Justiça em defesa da vida e da garantia de direitos dos povos originários deste estado, inclusive com a apuração dos fatos e a punição dos autores do assassinato da liderança indígena.

Conclamamos todas as organizações e movimentos a se unirem em prol da defesa dos direitos fundamentais dos povos indígenas, principalmente do direito originário às suas terras, garantidos pela Constituição Brasileira e por tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário.

Brasil, 14 de junho de 2016

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário
Dia 23.05.16 - 18:30hs, rua glicério 225

Missa pelo primeiro aniversário de beatificação de Dom Oscar Romero

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

BOLETIM SPM INFORMA

Bom dia, amigos e amigas,

O Boletim SPM informa já está no ar.

Acesse:

http://spminforma.blogspot.com.br/

 

Desejamos uma ótima leitura a tod@s!

Abç

Veridiana,

Pela Equipe de Comunicação

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

MESA REDONDA

migração e refúgio

Image | Publicado em por | Publicar um comentário