Missão Paz : 5º Diálogos no CEM – DIÁSPORAS AFRICANAS E PROCESSOS SOCIORRELIGIOSOS – O TRATO DOS VIVENTES


Há mais de cinco séculos a África tem sido objeto de violência por parte de países imperialistas que, através de sua ingerência, obrigam os povos africanos a sair de suas terras. Desde então, a África se tornou uma terra de sofrimento, onde o grito de liberdade de seus povos ensurdece o mundo. Hoje os povos africanos sofrem as consequências da dominação a que foram submetidos pelo Ocidente.

Compreender o processo de migração atual e o papel das religiões nesse processo é fundamental para resgatar a dignidade dos povos africanos. Wagner Sanchez (PUC-SP) e Paolo Parise (MISSÃO PAZ) comentarão essa temática a partir do livro “Diásporas Africanas e processos sociorreligiosos”, organizado por eles e que será lançado durante o 5º Diálogos no CEM.

No rastro dessa temática segue uma reflexão sobre “O trato dos viventes”. Como os migrantes têm sido tratados por instituições políticas, sociais e religiosas em suas trajetórias? Essa questão será comentada por Fernando Altemeyer (PUC-SP) a partir de sua experiência familiar fugindo de guerras na Europa e buscando novo recomeço na América Latina.

Lançamento do livro DIÁSPORAS AFRICANAS E PROCESSOS SOCIORRELIGIOSOS.

Fábio Baggio, Paolo Parise, Wagner L. Sanchez (Orgs.) São Paulo: Paulus, 2017.

Data: 21 de julho, das 14h00 às 17h00. Inscrição: cem@missaonspaz.org

Local: Missão Paz/Sala Scalabrini. Rua do Glicério, 225.

Bairro Liberdade. São Paulo-SP.

O Diálogos no CEM também será transmissão ao vivo pela Web Rádio Migrantes em Espanhol (http://radiomigrantes-es.net/ ),
e pelo Facebook da Missão Paz https://www.facebook.com/missaopazsaopaulo/?fref=ts

http://www.miguelimigrante.blogspot.com

missão paz 

Anúncios

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s