Com vistas à Jornada Mundial dos Imigrantes e Refugiados Papa pede mais proteção para crianças

Próxima Jornada Mundial dos Imigrantes e Refugiados, cujo tema é “Uma Igreja sem fronteiras, mãe de todos”, acontecerá no dia 18 de janeiro de 2015. O Papa Francisco em mensagem enviada ao todo o mundo pede para que as crianças, as mais afetadas pela migração forçada e o refúgio, sejam protegidas e tenham seus direitos respeitados. O texto reforça a importância da cultura da solidariedade e hospitalidade para com as pessoas que deixam seu país em busca de melhores condições de vida.

A mensagem do Papa pede ainda que a prática e o mandamento do amor que Jesus nos deixou seja praticado entre todos, assim como acontecem nas passagens bíblicas. O Sumo Pontífice destaca que os migrantes e refugiados são vítimas inocentes da violência e da exploração

Mais de 50% dos refugiados no mundo são crianças e o número de bebês desacompanhados ou separados que cruzam as fronteiras está crescendo a cada ano, de acordo com o secretário do Pontifício Conselho para os Migrantes e os Refugiados do Vaticano, Joseph Kalathiparambil. “A missão da Igreja, peregrina na terra, e mãe de todos, é, portanto, amar Jesus Cristo, adorá-lo e amá-lo especialmente nos mais pobres e desamparados; entre estes estão, certamente, os migrantes e refugiados, que tentam deixar para trás as condições de vida difíceis e todos os tipos de perigos”, declara o Papa.

A acolhida de estrangeiros é uma oportunidade de renovação de fé, reforça a mensagem, afirma Francisco. “A Igreja sem fronteiras, mãe de todos, estende pelo mundo a cultura da hospitalidade e da solidariedade, segundo a qual nada pode ser considerada inútil, fora de lugar ou descartável. Vive-se, realmente, a sua maternidade, a comunidade cristã alimenta, orienta e indica o caminho, acompanha com paciência, torna-se próximo com a oração e as obras de misericórdia”, declara.

O líder católico finaliza a mensagem reforçando que “a globalização do fenômeno imigratório precisa ser respondida com a globalização da caridade”. O acolhimento de refugiados e imigrantes é uma das diretrizes mais fortes do Papa Francisco em seu pontificado. Em suas pregações, ele tem pedido que os governos se unam para acolher as pessoas que precisam deixar sua terra por motivos de guerra e procuram condições dignas e seguras de vida.

http://site.adital.com.br/site/noticia.php?lang=PT&cod=82812

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s