Piauí está entre os que mais perde população por migração

5 setembro , 2013 

Cidade Verde 

O supervisor de Informação do IBGE, Pedro Soares, avaliou que o crescimento populacional do Piauí, que é de 1% ao ano, está no nível dos Estados mais desenvolvidos, mas alertou para o fato de que a expectativa de vida do homem piauiense (68,8 anos) está entre as mais baixas do país.

 “O crescimento populacional só é bom quando tem condições para isso. O Piauí vem seguindo essa média de 1%, mas já tivemos ano em que o crescimento foi de 0,65%. Isso é bom, está no nível de Estados mais desenvolvidos”, explicou Pedro.

 O supervisor acrecentou que o Piauí está entre os cinco Estados que mais perde população por causa da migração. Esse fator, aliado à diminuição da taxa de natalidade tem ajudado a diminuir a população piauiense.

 “Nos anos 80 o Piauí mudou. Mais de 80% da população passou à vida urbana. As mulheres foram para o mercado de trabalho, passaram a estudar e hoje a família é um pouco mais programada. Quando a mulher passa a ter filho com 30 anos, metade do seu período fértil já acabou”, avaliou o especialista. 

Expectativa de vida 

Pedro destacou que a pirâmide etária do Brasil para 2060 é o inverso da pirâmide de 1960, o que mostra que a população de 50 anos ou mais será maioria no país. “As autoridades têm que tomar providências e mudar a forma de administrar. Os cuidados que hoje temos com as crianças, teremos que ter com os idosos”. 

O supervisor do IBGE também ressaltou que a expectativa de vida da população do Piauí aumentou, mas em 2030 a previsão é de que para os homens essa expectativa ainda seja uma das mais baixas, 68,8%. Para as mulheres, a expectativa cresce 10 anos.

 “O que mais mata os homens é a guerra urbana, os acidentes de trânsito. A mulher muitas vezes morre por estar na carona”, alertou.

 Laboratório de Demografia e Estudos Populacionais – UFJF

http://www.ufjf.br/ladem/2013/09/05/piaui-esta-entre-os-que-mais-perde-populacao-por-migracao/

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s