FORMAS DE TRAFICO HUMANO NO BRASIL

 

Por  Pe. Mário Geremia CS

Imagem

         A cada dia aumenta esta triste realidade ao ponto que já se transformou no terceiro maior negocio no mundo, perdendo apenas pela indústria bélica e pelo tráfico de drogas. A grande mídia até está levando ao ar para todo Brasil e até para o exterior através da novela “Salve Jorge” esta realidade que ajuda a todos tomarmos mais consciência desta ferida que não acaba de sangrar em que os jovens e as crianças são a maioria das vítimas.

         Por ser um dos mais altos negócios, certamente estão envolvidas pessoas de todas as classes e profissões e justamente por isso é muito difícil combater e solucionar este problema. Outro motivo difícil de resolver é quando as pessoas “vítimas” envolvidas aceitam e aprovam este tipo de negocio de uma forma livre e consciente e muito mais difícil ainda é quando autoridades estão envolvidas no negócio. Temos aí então um quadro muito complexo, amplo e diversificado e que se estende no mundo todo, e em todas as dimensões. Portanto, não se trata apenas de uma problemática brasileira, mas mundial e que tem suas raízes com pessoas muito simples e humildes e provenientes de lugares bem concretos, que pode ser cidades pequenas no interior ou cidades grandes e capitais.

         Faço memória que a Igreja há muito tempo vem enfrentando e trabalhando este tema e justamente no próximo ano vai lançar a campanha da Fraternidade nacional sobre este tema do tráfico humano. No Brasil podemos constatar quatro modalidades, ou formas de como esta realidade é desenvolvida através de uma rede nacional e internacional.

 1-PESSOAS QUE SÃO ENGANADAS E TRAFICADAS PARA O EXTERIOR

         Muitos jovens de ambos os sexos são facilmente iludidos e confundidos com propaganda enganosa prometendo bons salários, com emprego, casa, comida… e muitas vezes por pessoas até conhecidas e a,migas que estão a serviço do negociado. Chegando ao lugar de destino são simplesmente obrigadas a trabalharem em regime de cárcere domiciliar e através de pressões de todo tipo são obrigadas a trabalhar naquilo que lhe é imposto pelos patrões e chefes. Nesta modalidade o trabalho pode ser através da venda do próprio corpo ou da mão de obra explorada em vários serviços. No Brasil a maior exploração neste sentido se dá no setor da confecção com imigrantes da América Latina e da África

         Temos também muitas crianças desaparecidas no Brasil que provavelmente foram vítimas destas máfias para a venda de órgãos que também representa um alto negocio para os traficantes e esta situação representa o extremo da maldade e da falta de humanidade para com o ser humano.

 2-PESSOAS QUE SÃO ENGANADAS E TRAFICADAS PARA O BRASIL

         São também jovens e crianças que seguem o mesmo caminho que o anterior aonde só muda o endereço, mas que o processo é o mesmo e neste sentido tivemos vários casos de pessoas sendo exploradas nos ambientes de trabalho que conseguiram fugir e fazer a denuncia para a Pastoral e a Casa do Migrante. Tivemos vítimas de exploração laboral e sexual.

 3-PESSOAS ABANDONADAS NO BRASIL QUE NÃO CHEGARAM AO DESTINO.

         Nesta modalidade atualmente se repetem e aumenta o número de pessoas que simplesmente chagam até a pastoral ou em que a casa do migrante é comunicado que existem pessoas de outros países abandonadas em rodoviárias, aeroportos, portos e até em certos bairros que já pagaram sua viagem para chegar, por exemplo, aos EUA ou ao Canadá e estão apenas na metade ou no início do caminho.

 4-PESSOAS QUE USAM O NOSSO PAÍS COMO CONEXÃO PARA OUTROS

         É muito comum também esta forma de atuar devido à facilidade de documentação e de movimentação dentro dos aeroportos, portos e rodoviárias. Provavelmente neste tipo de negocio as companhias aéreas estão envolvidas e autoridades que trabalham nestes ambientes.      Diante desta triste realidade temos que nos unir. Sociedade civil, governos e autoridades para enfrentar e combater esta situação através de CAMPANHAS DE PREVENÇÃO; DENUNCIAS DE SITUAÇÕES; PUNIÇÃO DOS RESPONSÁVEIS; PROTEÇÃO ÀS VÍTIMAS E SUA REINSERÇÃO SOCIAL. Todos podemos fazer algo e devemos fazer destro de nossas possibilidades e de forma urgente.

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s