Rede Um Grito Pela Vida se foca em ações contra o tráfico de pessoas durante a Copa do Mundo

16.02.12 – Mundo
Adital

Aproveitando que a Copa de 2014 será no Brasil, a Rede Um Grito Pela Vida, que faz parte da Conferência dos Religiosos/as do Brasil (CRB), quer levar o tema do tráfico de pessoas ao mundo. Dessa forma a linha de ação da entidade é uma campanha preventiva articulada com os comitês locais da Copa, principalmente nas capitais federais.

Irmã Eurides Alves de Oliveira, integrante da CRB e coordenadora da Rede, detalha o planejamento: “Estamos pensando em estratégias de sensibilização para a campanha com distribuição de material para a população e para os meios de comunicação”. Ela também revela a possibilidade de uma campanha virtual que começa a ser projetada e que será viabilizada de acordo com parcerias que a Rede conseguir. Uma delas, ao que tudo indica, será a Organização Internacional da Migração. Mas somente em novembro de 2012 é que haverá uma reunião para definir exatamente o plano estratégico para o mundial de futebol.

Irmã Eurides comenta a importância de debater o assunto num evento internacional. “É dar visibilidade ao tema, que é tão amplo, mas não é tão lembrado. E uma segunda questão é fazer um alerta, uma prevenção para coibir o aumento do tráfico de pessoas, pois só podemos fazer isso juntos, se somarmos os esforços”, salienta.

Ela ainda informou que, segundo o entendimento da Rede Um Grito Pela Vida, o tráfico de pessoas ainda não está sendo tratado pelos Comitês Populares da Copa, articulações que estão sendo feitas em várias cidades brasileiras. Eles [os comitês] estão muito mais focados em outros aspectos, como a questão habitacional. “Então nós somos aqueles que vão lá chamar a atenção para o tema. Ainda estamos em processo de planejamento, mas nós queremos somar esforços na sociedade para dar um basta nessa questão”, acrescenta.

Campanha da Fraternidade

Enquanto isso, a Rede Um Grito Pela Vida segue pleiteando, junto à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Campanha da Fraternidade 2014 contra o tráfico de pessoas. Para isso a Rede continua com a campanha de coleta de assinaturas para fazer a reivindicação junto à Conferência. Irmã Eurides explica que o tema da Campanha da Fraternidade é definido dois anos antes de ela ser lançada. Sempre são assuntos de relevância social e geralmente um abaixo-assinado é apresentado à CNBB em favor daquele tema.

“Nós tentamos o tráfico de pessoas para 2013, mas a Pastoral da Juventude chegou na frente. E como vai ter a Jornada Mundial da Juventude nesse mesmo ano, os bispos decidiram que 2013 será o ano de tratar da juventude. Uma vez que o tema seja aprovado na CNBB, organizaremos a equipe que estará à frente da Campanha”, explicou.

Outra ação é o Grupo de trabalho (GT) dos dias 23 e 24 de fevereiro entre a Rede e a Pastoral da Mobilidade Humana da CNBB, encontro que tem por objetivo discutir a mobilidade humana, o trabalho escravo e como promover a integração desses temas.

Copa 2014

A Copa do Mundo de Futebol de 2014 acontecerá no Brasil entre os dias 12 de junho e 13 de julho. As 12 cidades-sede em que o evento acontecerá são Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Segunda a imprensa brasileira, a estimativa é de que a Copa atraia entre 500 mil e 600 mil turistas estrangeiros, durante o período dos jogos.

Dados sobre tráfico no mundo

Entidades que atuam no combate ao tráfico de pessoas em todo o mundo estimam que esse crime esteja entre as três atividades ilícitas mais lucrativas do mundo, gerando lucros que giram em todo de US$ 32 milhões. Cifra que é superada pelo tráfico de armas e pelo de drogas.

Não se tem números exatos, mas existem estimativas de quantas pessoas são vítimas de tráfico no mundo. No final de 2011 a Organização das Nações Unidas divulgou que cerca de 2,45 milhões de pessoas em todo o mundo são vítimas deste crime.

Contato da Rede

Rede Um Grito Pela Vida – CRB Nacional

Blog: redeumgritopelavida.blogspot.com

Irmãs do Imaculado Coração de Maria: www.icm-sec.org.br

(51) 3312-4600

 
 
 
Ao publicar em meio impresso, favor citar a fonte e enviar cópia para: Caixa Postal 131 – CEP 60.001-970 – Fortaleza – Ceará – Brasil
 
 
 
 

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s