Estrangeiros são detidos no Amapá por entrarem de forma ilegal no país

Imagem

Três haitianos e um francês foram detidos pela PRF e encaminhados para a Polícia Federal. Eles devem retornar aos seus países de origem em três dias

Emerson Renon
Um grupo de quatro estrangeiros (três haitianos e um francês) foi detido pela Polícia Rodoviária Federal do Amapá quando tentavam entrar ilegalmente no país. Esta foi à primeira detenção no Estado de estrangeiros em 2011. No ano passado, aproximadamente quinze pessoas (haitianos, nigerianos e franceses) foram impedidas pela PRF de entrar de forma ilegal pela fronteira amapaense.
“A maioria delas foi durante uma operação conjunta entre o Exército e a PRF no município de Oiapoque em abril de 2010. Eram haitianos, nigerianos e franceses”, disse.
Os três haitianos estavam em uma pick-up. Eles foram surpreendidos pelos agentes que faziam a fiscalização no posto do km 9, da BR-210. Os estrangeiros estavam sem o visto. O francês foi abordado no município de Tartarugalzinho, a 244 km da capital. Ele também não tinha visto para entrar no país. Os quatro foram encaminhados a Polícia Federal e devem deixar o Amapá em três dias. Caso contrário, serão deportados a seus países de origens.
Fronteira
O chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal no Amapá, Dennis Leal, explicou que é comum encontrar estrangeiros transitando na região de Oiapoque. “Eles se concentram entre a cidade de Oiapoque e a Guiana Francesa”, contou.
Segundo Dennis Leal é grande o número de haitianos e nigerianos na região. Para chegar até a fronteira brasileira, os haitianos e nigerianos usam a rota que passa pela Argentina e Paraguai até chegar a Guiana Francesa. “Quando eles chegam a Guiana, ficam transitando entre a Guiana e Oiapoque e na primeira oportunidade que eles têm, tentam entrar no país pelo município de Oiapoque”, explicou.
De acordo com Dennis, os estrangeiros aproveitam o contingente reduzido de policiais rodoviários para furar o bloqueio e entrar no país de forma ilegal. “Com certeza a nossa dificuldade em fiscalizar toda a extensão da rodovia, é tida como facilidade para eles tentarem entrar no país”, confidenciou.
Por conta disso, especula-se que os números apresentados pela PRF não representam a realidade. Ou seja, dos 19 estrangeiros detidos entre 2010 e 2011 alguns podem ter tido êxito em suas investidas de entrar no país ilegalmente.

Fonte: Amapá Digital, 11/03/2011.

Anúncios

Sobre SPM - Serviço Pastoral dos Migrantes

O Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) é uma Pastoral Social, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), fundada em 1985, que promove os direitos humanos, sociais, econômicos, políticos e culturais dos migrantes e imigrantes e comunidades de origem, trânsito e destino.
Esta entrada foi publicada em Imigrantes, Notícias com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s